Domingo, 25 Junho 2017

Bairro das Graças cobra mais áreas de lazer e escola pública

Publicado em Bairro a Bairro Segunda, 22 Maio 2017 11:07
Avalie este item
(0 votos)

 

 

 

A falta de opções e espaços para o lazer continua entre as principais queixas do bairro das Graças. Nos últimos anos, desde que o JORNAL S´PASSO passou a visitar as diversas regiões da cidade, com o objetivo de mostrar os anseios e as reivindicações das comunidades, o assunto sempre esteve em pauta. E nesta semana, o tema voltou a ser abordado em conversas de moradores com a reportagem, agora com uma sugestão: que o terreno ao lado do estádio Divino Ribeiro Leite, o “Divinão”, seja transformado em uma área para uso da população. 

Uma ideia apresentada foi a revitalização, com obras de jardinagem e iluminação, além da construção de uma quadra poliesportiva. Até mesmo a reforma do “campinho” improvisado naquele lote foi citada como alternativa que poderia promover mudanças significativas. A preocupação tem fundamento, uma vez que o lote serve de abrigo para traficantes, usuários de drogas e, de acordo com as denúncias ouvidas pela equipe, até mesmo para relações sexuais. 

Outro pedido é uma instituição de ensino para atendimento às crianças e adolescentes do bairro. Antigamente, no imóvel que sedia hoje a Secretaria Municipal de Educação – Semec – e que anos atrás foi usado como alojamento do Esporte Clube Itaúna, ficava uma escola. Algumas entrevistadas lamentaram a falta de uma unidade educacional na própria comunidade e pediram empenho da Prefeitura em relação a esse pedido. 

 

Reclamações antigas

Quem vive na região reclama que não tem onde praticar exercícios físicos e esportes em geral. As queixas são também de que não há possibilidade de freqüentar os poucos espaços de lazer e convivência disponíveis. Um deles, a praça principal, localizada entre as ruas Santana e Manoel Zacarias, apesar de bem conservado, é, segundo os moradores do entorno, ponto de venda e consumo de entorpecentes, até mesmo durante o dia. Muita gente evita até mesmo passar pelas imediações em determinados horários por medo. Além disso, faltam espaços adequados para as crianças, visto que o estádio “Divinão” é de uso exclusivo da Prefeitura para a realização de torneios, como o Campeonato Itaunense Amador. Por isso, o pedido de intervenções no campinho que fica no terreno baldio ao lado.

 

 

 

 

Deixe um comentário

FACEBOOK

NOTÍCIAS

asdadasd