Sexta, 20 Abril 2018

População do Parque Jardim pede espaço de lazer

Publicado em Bairro a Bairro Segunda, 09 Abril 2018 17:00
Avalie este item
(0 votos)

População do Parque Jardim pede espaço de lazer

Além da falta de segurança no bairro, que já é um problema conhecido, moradores do Parque Jardim lamentaram, em conversa com a reportagem, a falta de uma praça estruturada, com bancos e iluminação adequada, nas proximidades. “Por aqui não temos nenhum local para diversão das crianças”, comentou Deivid Santos. 

A única pracinha do bairro, a “27 de Fevereiro”, está em péssimas condições e não possui sequer lugares para que os frequentadores possam se acomodar.  Mato, lixeiras depredadas, luminárias com defeito e parte do calçamento solto completam o cenário de abandono. 

 

Mato alto em volta do campo preocupa

 

O mato alto no entorno do campo de futebol, no fim da rua Maurílio Fonseca, também é um dos problemas apontados pela população de Santanense. O espaço, destinado ao lazer da comunidade, está em más condições, sem demarcações e cheio de formigueiros. O lote que fica ao lado continua usado como depósito de lixo, situação já denunciada no S´PASSO BAIRRO A BAIRRO, em edições anteriores. 

Vegetação atrapalha motoristas e pedestres

Durante esse período do ano, em que as chuvas são mais intensas e frequentes, alguns problemas também surgem e persistem. No bairro Santanense, não é diferente. Na pracinha que dá início às ruas Padeiro José Gonçalves, Maria Lica e José Leal, a vegetação alta vem atrapalhando a circulação de moradores. Além de o matagal atrair animais peçonhentos, os pedestres têm que passar pela rua, o que aumenta o risco de acidentes no local. 

 

 

Deixe um comentário

FACEBOOK

NOTÍCIAS

asdadasd