Quarta, 19 Setembro 2018

Três escolas públicas de Itaúna conquistam selo “Excelência com Equidade” em nível nacional

Publicado em Educação Segunda, 27 Novembro 2017 08:35
Avalie este item
(0 votos)

 

Itaúna garantiu lugar de destaque em mapeamento inédito realizado pela Fundação Lemann, em parceria com o Instituto Credit Suisse Hedging-Griffo e o Itaú BBA. O estudo apresentou as instituições de ensino com os melhores resultados do Brasil em relação ao nível de conhecimentos dos alunos. E a cidade aparece na lista com três unidades educacionais: a Escola Estadual do Bairro São Geraldo e E.E. Manoel da Costa Rezende e a Escola Municipal Dr. Lincoln Nogueira Machado. Os educandários foram contemplados com o selo “Excelência em Equidade” e estão entre os 46 mais bem avaliados de todo o estado de Minas Gerais. 

A categoria aponta as instituições com bom nível de desempenho nas avaliações externas, sendo a pesquisa embasada na performance dos estudantes da primeira etapa do ensino fundamental nos testes de Língua Portuguesa e Matemática. A classificação de “Excelência com Equidade” é a confirmação de que as crianças matriculadas na educação básica têm um aprendizado de qualidade. O objetivo do levantamento é identificar as escolas públicas que alcançar sucesso, atendendo a meninos e meninas de baixo nível socioeconômico, e o que fazem para conseguir isso. 

A avaliação constata que entre as instituições que se destacam são adotadas práticas importantes, como a clareza dos objetivos, o acompanhamento contínuo, o uso de dados para embasamento das ações pedagógicas, além da criação de ambiente agradável e propício. Também são pontuados como fatores essenciais para garantia de bons resultados a comunicação aberta e transparente, o respeito e apoio ao professor, o comprometimento da equipe e o suporte da comunidade, principalmente dos pais. 

O mapeamento foi dividido em três categorias, sendo “Excelência com Equidade” a primeira e mais importante. As outras duas são “Destaque Regional” e “Bom Percurso”, e apontam, respectivamente, escolas que estão avançando, mas ainda não chegaram a um patamar alto e as melhores por microrregião, que atingiram o mínimo em nível nacional nos indicadores de aprendizagem. 

“O estudo ressalta os esforços em promover e melhorar o aprendizado dos alunos e mostra que é possível criar novos caminhos para um ensino de qualidade”, aponta a assessora de educação do Itaú BBA, Ana Inoue. 

A superintendente do Instituto Credit Suisse Hedging-Griffo, Isabel Aché Pillar, complementa: “Precisamos estudar a fundo quais aspectos garantem o sucesso dos estudantes da rede pública de ensino”.

 

Deixe um comentário

FACEBOOK

NOTÍCIAS

asdadasd