Sexta, 20 Abril 2018

Filho de Selma Pinheiros nega em reconstituição do crime a autoria do assassinato da mãe

Publicado em Policial Terça, 27 Março 2018 13:09
Avalie este item
(0 votos)

A Polícia Civil realizou na tarde do último dia 16, a reconstituição do homicídio de Selma Leonardo Pinheiros, de 51 anos, cometido em 2017, no bairro Murilo Gonçalves. A ação começou pela casa da vítima, onde ela foi encontrada, na madrugada de 22 de junho, com diversos ferimentos pelo corpo.

“A Selma foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, o Samu, durante a madrugada, apresentando um profundo corte na garganta e um traumatismo craniano. Ela veio a falecer dois dias depois. A gente instaurou inquérito de homicídio para apurar a autoria dos fatos e desde então, trabalhamos com a suspeita em cima do filho dela, o Tiago”, disse o delegado Diego Lopes, que está à frente dos trabalhos.

Tiago Leonardo Pinheiro, 23, teve a prisão decretada há cerca de 20 dias. O acusado refez, com a Polícia Civil, todo o trajeto da noite do crime. Entre os pontos em que ele passou está uma loja de conveniência, num posto de combustíveis na avenida Jove Soares. Tiago nega envolvimento com o caso e afirma que a mãe foi atacada quando ele saiu para comprar cigarros.

“As provas e tudo mais que tinha dentro do inquérito amadureceram. Conseguimos outros depoimentos, outras imagens, e com a prisão do rapaz, a investigação fluiu mais rápido. Testemunhas que não queriam, acabaram por aparecer, de modo que a gente entende que a  caminhamos para o final”, declarou Diego.

 

Deixe um comentário

FACEBOOK

NOTÍCIAS

asdadasd