Sábado, 24 Fevereiro 2018

Na noite de segunda-feira, 22, dois indivíduos chegaram ao posto de combustíveis na região do Cidade Nova em uma motocicleta. Um deles, de posse de arma de fogo, entrou no estabelecimento e ameaçou os funcionários, exigindo dinheiro. A dupla fugiu do local, com R$ 130. Acionada, a Polícia Militar apurou o envolvimento de um terceiro elemento, que também evadiu em uma moto roubada. Iniciado o rastreamento, a equipe avistou os veículos, cujos condutores empreenderam fuga ao perceber a aproximação da viatura. 

O piloto da motocicleta tomada de assalto conseguiu se levantar e embrenhou no matagal, não sendo mais localizado. Os outros dois foram abordados e identificados como dois adolescentes, de 16 e 17 anos. Com eles, havia R$ 32 em dinheiro, um aparelho celular e uma réplica de revólver. Em continuidade à ação, os militares se deslocaram até as residências dos rapazes e autorizados pelos pais, realizaram buscas nos imóveis, localizando R$ 500, um cordão prata, um relógio dourado e um aparelho celular. Ambos foram apreendidos. 

 

De acordo com os dados do Sistema de Informações Sobre Mortalidade - SIM - e do Sistema de Informações Sobre Nascidos Vivos – Sinasc -, atualizados em dezembro, Itaúna teve queda na taxa de mortalidade infantil, em 2017, na comparação com 2016. O indicador corresponde ao número de crianças de determinada localidade que falece antes de completar um ano de vida. O cálculo é feito com base no número de mortes, dividido pelo total de nascimentos, multiplicado por mil.

Nos últimos cinco anos, os índices oscilaram. Levantamento feito pela reportagem mostra que em 2013 foram registrados 17 óbitos na faixa etária de zero a um ano de idade. Em 2014 e 2015 houve nove casos. Em 2016, as mortes de crianças nessa idade voltaram a crescer, alcançando o patamar de 14. Já em 2017, conforme a última atualização do sistema, em 19 de dezembro, foram 12. 

A taxa de mortalidade é um indicador, principalmente, da qualidade dos serviços de saúde, saneamento básico e educação. O índice de Itaúna no ano passado foi de 12,3, considerado baixo, de acordo com o Ministério da Saúde. Mas, em todo o estado, a média ficou em 11,24. 

A redução da mortalidade infantil envolve diversas medidas, desde ações simples até outras, consideradas mais complexas. A vacinação de gestantes e crianças é uma das estratégias, bem como as instruções para evitar possíveis doenças. A conscientização sobre o aleitamento materno e a correta nutrição infantil também são questões relevantes, normalmente abordadas durante o acompanhamento Pré-Natal. 

 

Mais crianças 

 

 

Em 2017 nasceram mais crianças na Maternidade do Hospital Manoel Gonçalves que em 2016. Foram 1.059 partos, seis além dos contabilizados no ano anterior, sendo dezembro o mês com maior número, 104.  Os dados foram obtidos junto  ao setor, que ressaltou que apesar dos registros, nem todas as mães são residentes na cidade.  Ainda de acordo com as informações da instituição, 50,9% das mães deram à luz a bebes do sexo masculino.  Em 2016, esse índice foi ainda maior: 52,3%. 

Na noite de domingo, 14,  um rapaz de 15 anos foi apreendido sob a acusação de envolvimento em roubo à mão armada, na rua Maurílio Fonseca, no bairro Santanense. A vítima, um motoboy, realizava entregas na região, quando abordada pelo adolescente, que perguntou sobre sanduíches. Em seguida, outro elemento saiu do matagal e, armado com revólver, ameaçou o trabalhador, exigindo dinheiro. Os rapazes fugiram a pé, sendo o menor localizado durante as diligências. Ele confessou a participação no crime, mas não forneceu informações sobre o comparsa. 

Um homem de 28 anos foi encontrado morto, na manhã de domingo, 14. A Polícia Militar foi acionada por vizinhos, que ouviram um disparo de arma de fogo, em imóvel localizado na rua Heli Loureiro, na rua Heli Loureiro. Peritos também estiveram no local e confirmaram um tiro na parte de trás da cabeça como a causa do óbito. Até o fechamento desta edição, não havia pistas de possíveis autores do assassinato. 

Na manhã de  terça-feira, 09, o novo comandante da 51ª Companhia de Polícia Militar de Itaúna, major Alexandre Oliveira, se reuniu na sede da  Delegacia de Polícia Civil com os delegados Jorge Antônio Pereira de Mello e Diego Almeida Lopes Mendonça. Durante o encontro foram discutidas as demandas mais urgentes e as principais necessidades da segurança pública na cidade. 

Os representantes das duas instituições se comprometeram a reforçar as parcerias para a intensificação das ações de combate à criminalidade. Já na tarde de quinta-feira, 11, o oficial da PM esteve no Fórum, para uma conversa com os juízes Solange Maria de Lima Oliveira, diretora do Foro e Ivan Pacheco de Castro. Ele apresentou os desafios e metas da corporação para o município neste ano, pauta também de reunião, na mesma data, com os promotores de Justiça Daniel Batista Mendes e Maria José de Figueiredo Siqueira e Magalhães Souza. 

 

Mais uma vez, detentos da antiga cadeia, localizada na rua Santana, área residencial, no bairro das Graças, voltaram a se rebelar. Na tarde desta segunda-feira, 15, os presos iniciaram uma greve de fome seguida de motim que se estendeu até a madrugada de terça-feira, 16. Familiares dos presos se reuniram em frente ao presídio em busca de notícias e informações sobre a situação. A aglomeração causou mais tumulto e houve necessidade de intervenção da Polícia Militar, controlando o fluxo de trânsito de veículos e acompanhando os protestos dos parentes.  

Em um dos momentos de tensão, os presidiários atearam fogo às dependências do prédio. Aos gritos, eles exigiam a presença da imprensa para expor a situação. Dentro da cadeia, o estabelecimento da ordem ficou a cargo dos agentes penitenciários.

De acordo com nota da Secretaria de Estado de Administração Prisional – Seap -, durante os procedimentos de contenção, um preso foi atingido por uma munição de polietileno (menos letal). O detento foi encaminhado para o Hospital Manoel Gonçalves, onde recebeu atendimento médico, foi liberado e retornou ao presídio. O Registro de Eventos de Defesa Social – Reds – foi redigido pelos agentes de segurança penitenciários de Itaúna e a direção-geral da unidade instaurou um procedimento interno para apurar administrativamente o fato.

Novamente, o motivo da rebelião foi a superlotação do prédio, que tem capacidade para cerca de 70 homens, no entanto, abriga mais que o triplo, 226. Há aproximadamente cinco meses, os presidiários já haviam realizado uma manifestação, fazendo greve de fome, com o apoio dos familiares, que acompanharam o movimento do portão da unidade prisional. Na época, conforme informações levantadas pelo JORNAL S’PASSO, havia 20 pessoas a menos do que na última segunda-feira, dentro da unidade, sendo cada cela ocupada por uma média de 35 detentos. Com a repercussão do caso, 18 presos conseguiram transferência para a unidade da Associação de Proteção e Assistência aos Condenados – Apac, o que amenizou um pouco a situação.

 

 

Projeto de presídio engavetado

Rebeliões motivadas pelo excesso de detentos na velha cadeia não são novidade para os itaunenses. A superlotação na unidade prisional é um problema que se arrasta há vários anos. Após muitas promessas, em 2011, foi liberada, oficialmente, a construção do novo presídio da cidade, porém, o empreendimento acabou paralisado logo em seguida, sob as alegações de que houve falhas no processo licitatório e de necessidade de um novo certame. 

Em 2013, foi anunciada durante uma visita técnica da comissão de segurança pública da Assembleia Legislativa de Minas Gerais – ALMG – a retomada do projeto. Porém, não houve qualquer movimentação nesse sentido.  

A reportagem procurou a Seap, que informou que não há previsão para que o empreendimento seja concretizado.  De acordo com o edital, lançado após compromisso feito pelo então governador, Antônio Anastasia, a unidade prisional teria capacidade para 302 homens. Foram anunciados investimentos de R$ 12,7 milhões, que contemplariam bloco de celas com 2,8 mil metros quadrados; área administrativa, de saúde e triagem; guarda externa; canil; subestação abrigada; dois conjuntos de distribuição de energia; depósito de lixo; área para reservatórios; guarita intermediária; depósito para gás e portaria, totalizando 4,8 mil metros quadrados de construção, em um único pavimento. 

De acordo com o projeto inicial, apresentado pelo governo do Estado, o novo presídio de Itaúna, localizado a sete quilômetros do Centro, na estrada das Tocas, a 200 metros da rodovia MG-050, já deveria estar concluído há pelo menos quatro anos. 

 

Incentivo à Apac 

Foi publicada no Diário Oficial de Minas Gerais, a sanção do governador Fernando Pimentel à Lei 22.864, de 2018, que incentiva a construção de novas unidades da Associação de Proteção e Assistência ao Condenado – Apac. O texto prevê aplicação, pelo poder Executivo, de no mínimo 20% dos recursos destinados à criação de vagas no sistema prisional em instalações que ficarão sob a gestão da entidade, a partir de convênio. Conforme levantamento do Tribunal de Justiça de Minas Gerais – TJMG -, a reincidência entre os egressos da Apac fica em torno de 15%, contra 70% dos que passam pelo modelo comum. 

O município de Nova Serrana se manteve na liderança entre as dez cidades que geraram mais empregos em Minas Gerais, de janeiro a novembro em 2017, com a criação de 3.399 vagas, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados – Caged -, do Ministério do Trabalho. Em relação a 2016, houve um recuo de 1.437 ¬ naquele ano, quando também era líder no ranking em Minas Gerais, foram 4.836 novos postos de trabalho. Mas, mesmo assim, a cidade vizinha alcançou o sétimo lugar no país no ano passado na abertura de oportunidades para a população.

O ranking nacional de criação de vagas é liderado pela cidade de São Paulo (9.871), seguido por Joinville-SC (7.406), Franca-SP (4.920), Bebedouro-SP (4.566), Goiânia-GO (4.316), Aparecida de Goiânia-GO (3.804) e Nova Serrana (3.399).  A indústria de transformação, com destaque para o setor calçadista, foi a principal responsável pelo desempenho positivo de Nova Serrana de janeiro a novembro do ano passado, com a criação de 2.870 postos de trabalho. O setor de serviços ficou em segundo lugar, com 292 contratações formais, e o comércio em seguida, com 203.

No estado, no mesmo período, Uberlândia ficou em segundo lugar no ranking de geração de postos de trabalho, com 3.264 vagas, seguida por Patos de Minas (2.235), Comendador Gomes (1.568), Itaúna (1.334), Contagem (1.217), Campo Belo (1.186), Extrema (1.128), Pouso Alegre (1.124) e Iturama (1.068).

 

Foi inaugurada pela Prefeitura, nesta quinta-feira, 18, a Sala da Cidadania, no Terminal Rodoviário. A proposta é de manutenção de espaço para facilitar o acesso aos principais serviços prestados pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária – Incra -, como recepção de Declaração para Cadastro de Imóvel Rural - DP; Certificado de Cadastro de Imóvel Rural – CCIR -; documentos para concessão de benefícios do INSS; entre outros. 

 

A iniciativa é parte integrante do Programa de Atendimento ao Cidadão – PACi -, que tem por atribuição promover a melhoria da assistência prestada pelo Incra, centralizando o atendimento. O setor conta, ainda, com banco de dados e sistemas informatizados. A unidade vai funcionar de segunda a sexta-feira, das 08h às 11h e das 13h às 16h. O telefone é 3242.1512.

 

Chegam a mais de R$ 9,84 bilhões os recursos do abono salarial do PIS/Pasep ano-base 2016 que ainda não foram sacados e que estão disponíveis para 13,4 milhões de pessoas em todo o país. Nesta quinta-feira, 18, o Ministério do Trabalho liberou o sétimo lote do benefício para os inscritos pela iniciativa privada, nascidos nos meses de janeiro e fevereiro, além de servidores públicos com cadastro de final 5.

Do total de recursos que ainda podem ser retirados, quase metade (46,8%) é para a região Sudeste. Segundo levantamento preliminar do Ministério do Trabalho. Minas Gerais é o estado com o segundo maior valor, R$ 1,14 bilhão para 1,55 milhão de beneficiários.

Até o final de 2017, os saques na região Sudeste contemplaram 5,16 milhões de pessoas, 44,87% dos participantes identificados, com um total de R$ 3,75 bilhões, considerando os valores pagos de julho a dezembro do ano passado.

Direito ao saque 

O abono salarial ano-base 2016 é pago a quem estava inscrito há pelo menos cinco anos no PIS/Pasep e trabalhou formalmente pelo menos um mês, com remuneração média de até dois salários mínimos. Além disso, é preciso que os dados tenham sido informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais - Rais.

O valor do benefício vai de R$ 80 a R$ 954, de acordo com o tempo de registro em carteira no ano-base. Recebe o valor cheio os que trabalharam formalmente durante todo 2016. Quem trabalhou um mês, por exemplo, com esses mesmos pré-requisitos, recebe 1/12 do montante, e assim sucessivamente.

Depois do sétimo lote, o Ministério do Trabalho ainda vai liberar mais duas parcelas do abono salarial 2016 – em 22 de fevereiro e em 15 de março. Os recursos de qualquer um dos lotes podem ser sacados até 29 de junho. 

 

Foi entregue na manhã desta sexta-feira, 19, o Fiat Mobi 0 km, prêmio máximo da campanha “Natal Fantástico”. A ganhadora do sorteio foi Flávia Maria Vilaça, moradora do Centro, que retirou o cupom no Supermercado 2001. 

“É com muita alegria que realizamos esse ato. Foi uma grande promoção, com empenho de todas as lojas participantes. Agradeço a todos os itaunenses, aos empresários e comerciários, e parabenizo a vencedora”, declarou o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas – CDL -, Maurício Gonçalves Nazaré. 

A campanha mobilizou 120 lojas, que distribuíram ao todo cerca de 250 mil cupons. Além do carro, foram sorteados 20 vales-compra de R$ 500 para clientes e vendedores, e prêmios instantâneos de R$ 100, totalizando R$ 40 mil. 

A promoção foi regulamentada na Caixa Econômica Federal, por meio dos registros 5-5831/2017 e 6-5830/2017. À frente da iniciativa estiveram a Câmara de Dirigentes Lojistas – CDL -, a Associação Comercial e Empresarial – ACE – e o Sindicato do Comércio Varejista de Itaúna – Sindicomércio, com patrocínio da Unimed e Revemax.

 

FACEBOOK

NOTÍCIAS

asdadasd