Seminário em Belo Horizonte coloca adoção tardia em pauta

0
73

O evento contará com palestra de João Silva, diretor psicopedagógico do Trilha Aprendizagem e Desenvolvimento Integral, e também com as participações de Carolina Pimentel, presidente do Serviço Voluntário de Assistência Social, Isabela Damasceno, conselheira de Direitos Humanos de Minas Gerais, e Cristina Corrêa, ativista.

Haverá espaço lúdico pedagógico para crianças e um momento família,com lanche levado pelos participantes para compartilhamento. Mais informações pelo telefone (31) 9 9914-8331.

A expressão “adoção tardia” é usada para fazer referência às crianças maiores ou de adolescentes. Os militantes querem conscientizar a sociedade sobre a grande quantidade de meninos e meninas que estão à espera de um novo lar. Muitas vezes, eles permanecem nos abrigos por longos anos, porque não se encaixam no perfil exigido pela maioria dos casais, que dão preferência aos recém-nascidos e bebês nos primeiros meses de vida.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui