Produtores rurais têm até dezembro para comprovar vacinação de rebanhos contra a Febre Aftosa

0
78

Teve início em Minas Gerais, a segunda etapa da Campanha de Vacinação contra a Febre Aftosa. No período de mobilização pelo Instituto Mineiro de Agropecuária – IMA -, deverão ser imunizados bovinos e bubalinos, de zero a 24 meses. O prazo segue até 10 de dezembro.

A medida é obrigatória e o produtor que não imunizar o rebanho ficará sujeito à multa de 25 Unidades Fiscais do Estado de Minas Gerais – Ufemgs – por animal, o equivalente a R$ 81,25. Quem não comprovar, junto ao IMA, que vacinou os bichos, poderá pagar ainda cinco Ufemgs, ou R$ 16,25, por cabeça.

O órgão fiscalizador estabelece que donos de 150 ou mais bovinos ou bubalinos deverão declarar a vacinação exclusivamente em www.ima.mg.gov.br, ou www.sidagro.ima.mg.gov.br/portaldoprodutor/login.jsf. Para quem tem plantel com até 150, a confirmação poderá ser pela internet ou presencialmente, em uma unidade do IMA, que em Itaúna funciona na rua Silva Jardim, 888, Centro. O telefone é o 3242-1284.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui