Saúde destina R$ 1,2 milhão à compra de medicamentos

0
521

A aquisição de remédios para o abastecimento da rede pública em Itaúna consumiu mais de R$ 1,2 milhão em recursos próprios, ao longo de 2018. A informação foi divulgada nesta semana, pela Secretaria de Saúde. O gestor da pasta, Fernando Meira de Faria apresentou, por meio da comunicação oficial, balanço que mostra os investimentos, divididos entre a Farmácia Básica, que conta com aproximadamente 120 tipos de medicamentos para distribuição gratuita à população; Atenção Primária e Saúde Mental.

De acordo com o relatório, do montante, R$ 500 mil tiveram contratos homologados em meados de dezembro, sendo que a entrega dos produtos continua em andamento. Dessa quantia, R$ 217 mil saíram dos cofres do Município, que arcou ainda com R$ 80,3 mil dos insumos para controle do diabetes (reagentes e tiras), que, segundo o secretário, são de responsabilidade exclusiva do Estado. Em relação aos medicamentos comprados por demandas judiciais foram aplicados, também pela Prefeitura, R$ 853,7 mil.
Fernando Meira destacou que mesmo em um período de grandes dificuldades, devido à falta dos repasses constitucionais pelo ex-governador Fernando Pimentel, situação que vem prejudicando diversas cidades desde 2017, o Executivo itaunense obteve êxito com o trabalho desenvolvido para evitar o desabastecimento. “Isso foi possível graças ao planejamento estratégico adotado a partir do início da atual administração. Estamos conseguindo atender as prioridades da população, cumprindo o compromisso firmado com Itaúna. E é assim que pretendemos atuar sempre”, garantiu. No caso de Itaúna, a dívida acumulada pelo Estado já chega a R$ 25 milhões. Somente à Saúde, o governo de Minas Gerais deve cerca de R$ 11 mi.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui