Surtos de Dengue em cidades do Centro-Oeste acendem o alerta contra o Aedes aegypti em Itaúna

0
111

O período chuvoso e as altas temperaturas favorecem a proliferação do Aedes aegypti, causador da Dengue. Algumas cidades do Centro-Oeste, caso de Arcos, já enfrentam surtos da doença, o que motivou o reforço das estratégias para combate ao inseto em Itaúna. O município encerrou 2018 com 20 notificações de casos prováveis, cinco confirmados, conforme o último boletim epidemiológico, atualizado na segunda-feira, 07. No entanto, a época requer mais cuidados para eliminação dos focos.

A Prefeitura anunciou que reforçou as ações, com equipes espalhadas por todos os bairros e região central, desde a primeira semana de janeiro. O trabalho é feito em conjunto pelos agentes de combate a endemias e de saúde. Entre as medidas adotadas está a conscientização da população sobre a importância dos cuidados com as casas e quintais. As ações foram concentradas, principalmente, nas comunidades próximas às rodovias MG-050 e MG-431, com o objetivo de fechar o cerco ao Aedes aegypti, transmissor também do Zika vírus, Chikungunya e Febre Amarela, em área urbana.

“Depósitos móveis, lixo, caixas d´água, plantas, vasos de plantas e especialmente em bromélias, vaso sanitário, ralinhos e pneus. O último Levantamento de Índice Rápido para Aedes aegypti, o LIRAa, realizado em 2018 mostrou, mais uma vez, que os principais criadouros ficam no interior das residências e quintais. É preciso que a população contribua, faça vistorias. Se cada um tirar dez minutos por dia para isso, conseguiremos reduzir cada vez mais a proliferação do mosquito”, alerta a gerente de Vigilância em Saúde, Maria Izabel Dâmaso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui