Estoque da Vacina contra a gripe para o público em geral acaba em dois dias

0
1423

Secretaria Regional de Saúde diz que não haverá reposição de doses

A campanha de vacinação contra a gripe se estendeu ao restante da população há duas semanas e em apenas dois dias os estoques acabaram em Itaúna. O fato se deve por apenas 1.475 doses terem sido disponibilizadas ao público fora dos grupos prioritários.

“O Ministério da Saúde se baseia no quantitativo do público prioritário da cidade para enviar as vacinas, hoje, Itaúna tem 22 mil pessoas que participam desse público-alvo, a liberação para a população em geral aconteceu após a campanha, com as doses que sobraram”, explica a referência técnica do Departamento Municipal de Epidemiologia, Idamyana de Oliveira Ferreira.

A medida do Ministério da Saúde de estender a imunização para o restante da população é para evitar desperdício das doses quando todo o público-alvo não é atingido. E, Itaúna bateu a meta de imunização com 93,5% do público prioritário vacinado, um total de 20.985 pessoas. “Como a cidade bateu essa meta, tivemos uma sobra muito pequena, em vista ao tamanho da população de interesse, ou seja, a procura é muito maior que o quantitativo de vacinas disponível”, afirma Idamyana.

Em contato com a Secretaria Regional de Saúde, em Divinópolis, a mesma informou que não haverá prorrogação da campanha. “Não iremos repor as doses, a vacinação é destinada ao público-alvo, aquelas pessoas que correm o maior risco de adoecer e a doença evoluir para alvo mais grave, não é para atender a população toda, estendemos porque tínhamos sobras, que são de pessoas que podiam vacinar e não o fizeram”, assegura Déborah Patrícia Yunes, coordenadora da vigilância epidemiológica.

O estoque da cidade contava com 2.075 doses restantes, mas 600 destas estavam destinadas às crianças que necessitavam receber a segunda dose, além disso, o público-alvo continuava com a preferência.

A escolha do grupo prioritário é determinada pela Organização Mundial da Saúde – OMS – e os principais alvos são crianças menores de seis anos, gestantes, mulheres que deram à luz há menos de 45 dias, idosos, pessoas com doenças crônicas, trabalhadores da área de saúde, professores e povos indígenas. A vacina protege contra três subtipos do vírus da gripe, incluindo o H1N1, principal responsável pelas mortes no Brasil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui