Centro da Juventude cria Mapa da Diversidade em Itaúna

0
373

Projeto será apresentado na sede da Usiminas, em Ipatinga, nesta semana

O Centro da Juventude está desenvolvendo um projeto piloto do Mapa da Diversidade Cultural de Itaúna. A iniciativa tem à frente o Observatório da Diversidade Cultural – ODC –, de Belo Horizonte, que está oferecendo um curso sobre o Mapeamento da Diversidade Cultural, em parceria com o Instituto Usiminas, patrocinado por meio da Lei de Incentivo à Cultura.

Inicialmente, foram mapeadas 73 práticas culturais e localizadas mais de 300, que poderão compor ainda o trabalho numa segunda etapa. O mapa, disponibilizado digitalmente (www.mapadadiversidade.com.br/itauna), é interativo e permite a visualização de manifestações, espaços culturais e artistas itaunenses.

“Nos dias 10, 11, 12 e 13, nós vamos para Ipatinga, na sede da Usiminas, para apresentar o projeto do Mapeamento Cultural e neste final de semana tem mais uma etapa do curso. Vai ser uma oficina, ‘Maneiras de Lembrar’ e ‘Maneiras de Esquecer’, realizada sexta, sábado e domingo, para finalizar esse semestre”, comentou a coordenadora do Centro da Juventude Edênia Ribeiro Alcântara

Mais do que registrar, o Mapa da Diversidade Cultural promove a visibilidade de práticas, lugares e talentos que existem na cidade. José Márcio, coordenador do ODC, ressalta a importância da colaboração com o Centro da Juventude de Itaúna, uma vez que a intenção é que o mapeamento se torne um instrumento público e alimente a construção de novos projetos, investimentos e iniciativas na cultura local. “O curso estimula a pessoa a olhar para ‘coisas’ que ela nunca enxergou e a perceber a riqueza das manifestações culturais ao seu redor. O grupo de jovens que participou em Itaúna amadureceu muito durante o processo e ver o resultado durante o lançamento foi muito bacana”, destacou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui