Multas ambientais para a reforma do prédio atual

0
1130

Por ser o único da cidade e o maior da microrregião, o Manoel Gonçalves não consegue suprir a demanda de pacientes e suas necessidades médicas, por isso, está angariando fundos para a reforma no prédio atual, já com uma planta pronta das possíveis modificações, aprovada pelo Ministério Público e em avaliação da Companhia de desenvolvimento de Passo Fundo – CODEPAS -. A obra, avaliada por alto, pode ficar em R$1,8 milhão e será dividida em três etapas. Sendo a primeira a amarração do que há da estrutura atual, pois há uma solidificação alta do prédio e com isso a construção do primeiro pavimento. Logo em seguida, seria a construção e elevação das paredes do novo andar. E a última etapa seria a reconstrução da fachada do hospital. A provedora afirmou que o promotor da cidade Dr. Daniel, prometeu verba de R$ 417 mil para essa reforma e pediu a abertura de uma conta especial para que seja direcionado a instituição as multas referentes ao meio ambiente. A conta já está com R$ 32 mil. A intenção da administração é encontrar mais patrocinadores para reformar o prédio atual do hospital. “Não podeMultas ambientais para a reforma do prédio atual mos deixar nosso prédio velho morrer. Ficamos muito assustados quando vimos à notícia da unidade hospitalar que pegou fogo no Rio de Janeiro e isso nos preocupou porque em ultima revisão do sistema elétrico descobrimos que os fios são encapados com panos, então sempre estamos com curto em vários locais, o problema será quando acontecer um curto circuito”, conta Marilda.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui