Marilda Chaves enaltece prefeito e diz que ajustes estão sendo feitos para manter o Plantão 24 horas

0
3073

Provedora do Hospital diz que vereadora Otacília usou de problemas da instituição para atacar “chefe do Executivo”

A provedora do Hospital, Marilda Chaves, reuniu-se, esta semana, com os vereadores para buscar soluções para a Casa de Caridade Manoel Gonçalves. Segundo ela, o objetivo era cobrar comprometimento da Câmara com as causas do Hospital.

Na terça-feira, o vereador Márcio Gonçalves, o Hakuna, tornou público que o encontro aconteceria e se disse preocupado com a atual situação do plantão 24 horas, hoje administrado pelo Hospital. “O maior problema talvez seja o fato do hospital estar devolvendo o pronto-socorro. Está dando certo, a população aprovou. Precisamos achar uma forma de harmonizarmos esta questão. Se o hospital devolver o pronto-socorro teremos um problema muito grande”.

Com uma dívida atingindo quase R$ 1, 5 milhão, segundo informações extraoficiais, a direção do hospital estaria insatisfeita com a situação. “Se a União está fazendo o repasse, que este seja feito em tempo hábil para o Hospital” afirmou Hakuna ressaltando que, segundo informações da base governista, aportes foram feitos durante a semana para minimizar estas dívidas.

O líder do prefeito, Hudson Bernardes, afirmou que o hospital tem uma dívida alta com prestadores de serviços e que realmente existem rumores sobre a devolução do Plantão 24 horas. “Foram pagos hoje (terça-feira) R$ 537 mil, na sexta R$ 150 mil e amanhã serão quitados R$ 500 mil; na próxima sexta-feira, R$ 300 mil. É uma situação delicada sim. Mas se o Hospital devolver o plantão e ficar sem essa verba de urgência e emergência, sabemos das dificuldades de manter aquela instituição hospitalar”.

Polêmica

Menos de 24 horas após a reunião entre os vereadores e a provedora, o assunto explodiu nas redes sociais. A vereadora Otacília Barbosa publicou um post em sua página em que informava o teor da reunião e, segundo o post dela, a direção do Hospital teria procurado os vereadores para que eles ajudassem a cobrar do prefeito e exigir que ele fizesse os repasses em dia para cobrir as despesas do Plantão 24 horas.

O post foi desmentido pela própria provedora do hospital, Marilda Chaves. Em comentários adicionados ao post, Marilda crítica os excessivos pedidos de informações dos parlamentares e desmente que a reunião tenha sido para tratar de atrasos. “Ninguém culpou o prefeito pelos atrasos ocorridos, somente os relatou e disse ser culpa da atual situação do Estado! Foi (dito isto) na confiança de que estava tratando com pessoas sérias e que acompanhariam os problemas vividos pelo Hospital. O Hospital é que diz: que vergonha vereadora você se utilizar dos problemas do Hospital para atacar seu chefe municipal. Crie coragem e fale você mesma com ele, sobre seus inconformismos. Não use das dificuldades dos outros para se promover e atacar quem não merece ser atacado”.

Em um comentário posterior, Marilda agradeceu os demais vereadores que participaram da reunião e reforçou o seu descontentamento com as declarações de Otacília Barbosa. “Desculpem-me pelos erros de concordância! Escrevi no auge do descontentamento contra quem fez de uma visita amigável uma ferramenta de ofensa ao Prefeito, pessoa que não está medindo esforços para manter o Pronto-Socorro”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui