Vereadores e servidores são contra painel de votação na Câmara

0
603

Ficariam expostos em tempo real os projetos que foram votados por cada edil

O presidente da Câmara Municipal de Itaúna, Alexandre Campos, tornou público que alguns vereadores e servidores efetivos da Câmara teriam atuado nos bastidores para que um painel eletrônico, que demonstraria como cada vereador votou nos projetos analisados, não fosse instalado em plenário.

A declaração veio em meio a questionamentos sobre como os vereadores votaram sobre a inserção, na ordem do dia, do Decreto Legislativo que suspendeu o aumento das tarifas de ônibus.

Anselmo Fabiano alegou que seu voto fora contabilizado errado. Abrindo uma extensa discussão se seria ou não necessária nova votação.

Silvano Gomes chegou a questionar o presidente da Casa como ele (Silvano) havia votado, uma vez que Hakuna disse que ele votou a favor da inclusão do projeto na ordem do dia. “Eu não sei como você votou não. Eu sei do resultado da votação. Eu queria colocar o painel eletrônico para registrar todos os votos. Os funcionários efetivos desta Casa e alguns vereadores foram todos contrários. Eu acho que passou da hora de colocar nesta Casa um painel para evitar este tipo de situação” afirmou o presidente.

Os comentários nos bastidores são de que alguns vereadores estariam com medo que suas votações mais polêmicas poderia gerar descontentamento da população. Com isso mais uma vez, a cidade fica um passo atrás no processo de transparência.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui