Salários atrasados: médicos do Plantão 24h ameaçam paralisar serviços em 30 dias

0
1275

Desde o final do ano passado, os médicos do Plantão 24h ameaçam paralisar os atendimentos: o motivo, segundo eles, é o atraso do pagamento dos salários. Ontem, os coordenadores de equipe do corpo clínico, enviaram notificação à Promotoria de Saúde do Ministério Público, secretaria de Saúde e administração do hospital, informando a decisão de interromper as atividades em 30 dias, caso a situação não seja resolvida.

Os médicos garantem que a decisão foi tomada após serem esgotadas todas as tentativas de negociação para o pagamento dos salários atrasados e afirmam que a paralisação só não vai atingir os atendimentos de urgência e emergência, classificados por fichas em amarelo, laranja e vermelho, que continuarão normalmente.

Segundo informações dos profissionais, os atrasos ocorrem desde outubro e os valores referentes a esse mês foram depositados somente esta semana. Eles reclamam ainda que o pagamento dos plantões do mês de novembro ainda não foi feito, gerando instabilidade e insegurança das escalas médicas. Segundo o grupo, os atrasos têm sido recorrentes nos últimos seis meses.

Assinam a carta o diretor clínico do Hospital Manoel Gonçalves, os coordenadores de clínica médica, cirúrgica e ortopedia e uma representante da neurologia. Em relação à paralisação, a Prefeitura afirma que não se posicionará sobre o assunto, uma vez que os médicos são funcionários do hospital.

Assinaturas da carta

De acordo com a Assessoria de Comunicação da Prefeitura, a dívida nos repasses à Casa de Caridade é de R$ 750 mil, mas esse valor equivale ao atraso de apenas uma semana, em que o Executivo recebeu um valor inferior ao esperado do Governo do Estado. O Jornal S’PASSO tentou o contato com a provedora do Hospital, Marilda Chaves, entretanto ela não foi localizada até o fechamento desta edição.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui