Câmara Municipal está preocupada com filme da Netflix

0
637
Gregório Duvivier (esquerda) como Jesus e Fábio Porchat, como sua namorada, uma mulher trans.

Vereador e crítico de cinema

Divulgado no Diário Oficial da Prefeitura de 10 de janeiro de 2020, o vereador Giordane Alberto de Carvalho apresentou uma moção de repúdio ao filme da produtora Porta dos Fundos, “A primeira tentação de Cristo”.

Preocupado com os problemas que extrapolam os limites do município, ele alega que a moção de repúdio é uma resposta ao “cansaço com os conteúdos ‘lacradores’, propagandistas de agendas ideológicas avessas aos valores da sociedade e da família cristã”. Em sua justificativa, o vereador aspirante à crítico de cinema, eleito com mais de 700 votos, apresenta o próprio título do filme errado, intitulando-o como “A última tentação de Cristo”. Giordane demonstra toda sua indignação, argumentando que na produção Jesus Cristo é retratado como ‘de esquerda’.

Após o protocolo assinado na sala das sessões, a Câmara encaminhou a Moção de Repúdio ao Congresso Nacional, em Brasília/DF, no “intuito de fazer com que os parlamentares se sensibilizem com a causa, tomando as medidas cabíveis ante aos produtores do material supracitado”.

Filme

No filme, Jesus Cristo, que é interpretado por Gregório Duvivier, é homossexual e namora com uma mulher trans, interpretada por Fábio Porchat. Já Deus é representado como amante de Maria Madalena. Muitas polêmicas surgiram em torno da produção divulgada pela Netflix.

Repercussão

Uma série de eventos ocorreram contra a responsável pela produção, o Porta dos Fundos, dentre eles o ataque de um grupo neofacista com coquetéis molotov à sede da produtora e a proibição da exibição do filme pela justiça do Rio de Janeiro, aconteceram no final de ano. Paralelamente, várias figuras públicas ligadas à cultura nacional se manifestaram em relação ao filme, mas no caso de Itaúna, a indignação pegou carona na política partidária e atribuiu a ação a grupos de “esquerda”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui