Minas recebe mais de R$ 25 milhões para zerar filas de cirurgias eletivas e, em Itaúna mais de mil pacientes devem ser beneficiados

0
1202

O incentivo do Ministério da Saúde, de R$ 250 milhões, para a ampliação do acesso de pacientes às cirurgias eletivas realizadas no SUS tem como objetivo zerar a fila de espera de cirurgias eletivas de média complexidade e diminuir o tempo de espera daqueles que aguardam por procedimentos agendados.

Minas Gerais receberá pouco mais de R$ 25 milhões, valor que será dividido para os munícipios, incluindo Itaúna. De acordo com a Secretaria de Saúde, ainda não há um valor exato destinado ao município, que será de acordo com a produção e demanda, mas os recursos beneficiarão em torno de mil a 1,5 mil pessoas que aguardam os procedimentos.

“Nós já entramos em contato com o Hospital Manoel Gonçalves para que nós possamos acelerar e colocar as cirurgias em pauta. Estes recursos têm que ser utilizados em determinado tempo, senão retornam ao Governo Federal e, por isto estamos agilizando as negociações”, explica o secretário de saúde, Fernando Meira.

São 53 tipos de procedimentos cirúrgicos que estão na lista como eletivos como catarata, varizes, hérnia, vasectomia e laqueadura, além da cirurgia de astroplastia (quadril e joelho), entre outras com grande demanda reprimida identificada. “Cada cirurgia tem uma fila específica e, essas de média complexidade podem ser realizadas no hospital”, explica Dr. Fernando.

O valor será disponibilizado no orçamento através do Fundo de Ações Estratégicas e Compensação, mas só será liberado para os gestores após a apresentação de produção executada no sistema de informação do SUS e para aqueles que ultrapassarem o teto do município para procedimentos de Média e Alta Complexidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui