Iniciativas de solidariedade dos itaunenses são bons exemplos para seguir durante o ano

0
1145

Para muitos itaunenses, o ano de 2019 não foi fácil. O número de moradores de rua aumentou, assim como os homicídios, pessoas endividadas e desempregados. Porém, é principalmente em tempos de crise, que o lado humano das pessoas desperta para as dificuldades dos outros e a solidariedade aflora para ajudar a amenizar os problemas alheios.

O Jornal S’PASSO reúne nesta reportagem, iniciativas de pessoas e instituições que resultaram em gestos de solidariedade e benefício aos outros. É importante destacar que todas as ações foram voluntárias e quem esteve à frente delas, insistiu, persistiu e fez a sua parte para mudar o mundo.

Grupo Espírita Francisco de Assis

Localizado na Rua Bonfim, 109, desde 1.963, quando foi erguido, o GEFA é mais que um centro de orações. Ao longo do ano, todas as terças-feiras, é oferecido almoço para moradores de rua e a pechincha, na segunda semana do mês, vende roupas a partir de R$ 1,00. Já o projeto “Tecendo Histórias” trabalha aliando a oração, para as idosas com indícios de depressão.

De acordo com a diretora do grupo, Telma Silveira, fora do local, os confrades entregam cestas básicas para dezenas de famílias, além da doação regular de pães aos sem-teto. “A nossa maior conquista foi poder divulgar nossa doutrina para a população. E todo o nosso sucesso em atender os necessitados vem da união, da parceria e da amizade dos espíritas”. Esperamos conseguir a aquisição de uma plataforma para cadeirantes e idosos, e estamos contando com doações para isso”, destaca.

Casa da Amizade

Trabalhar para o próximo é a inspiração de um grupo de mulheres que integra a Casa da Amizade. A presidente, a advogada Tânia Regina Batista, movimentou a cidade com muitos eventos e promoções para conseguir doações aos necessitados e ajudar o CRASI e o Frederico Ozanan. A Casa da Amizade de Itaúna também acolheu os imigrantes venezuelanos e segundo Tânia a organização que completou 56 anos de história e muito trabalho, sendo reconhecida com o Troféu Evidência 2019. “Trabalhamos em todos os meses do ano e com a disposição dos 23 membros, alcançamos o sucesso em 2019. Vamos prosseguir este ano com os trabalhos em favor das entidades de Itaúna”, finaliza.

Comunidade Mães e Filhos

Marcílio de Assis, da Comunidade Terapêutica Mães e Filhos, que existe desde 2012, trabalhou muito para manter a entidade funcionando. Acolhendo cerca de 30 mulheres e seus 10 filhos, o Mães e Filhos tem a missão de afastar mulheres do mundo das drogas, através da oração. Marcílio diz qual foi a maior conquista da comunidade aconteceu ano passado quando foi assinado o convênio com o Governo Federal, o SENAPRED, que possibilitou abrir mais 17 vagas na instituição. “O reconhecimento nacional significa muito para nós e para as nossas acolhidas”. Marcilio atribui o sucesso da entidade à qualidade do atendimento e afirma que as mulheres são tratadas com o amor de pai e mãe, e muitas, mesmo após deixarem a instituição, continuam mantendo contato e laços afetivos com ele e a esposa. A meta de Marcílio este ano é adquirir a sede própria da Comunidade Mães e Filhos.

Associação Comunitária do Bairro de Santanense e João Paulo II

Presidida por Luiz Henrique Machado, conhecido no bairro como “Luiz de Santanense”, a associação que estava inativa há nove se destacou e garantiu várias conquistas, entre elas a estruturação do pátio da Escola Estadual Dona Judith Gonçalves, que finalmente foi cimentado e aquisição de um bebedouro para a instituição. Luiz fala com orgulho do projeto ‘Comunidade em Ação’, que aconteceu em maio e garantiu 400 carteiras de identidade, aula de grafitti nos muros da escola, 600 avaliações odontológicas em parceira com a iniciativa privada, palestras da Polícia Civil e do cartório eleitoral. A associação esteve à frente da campanha ‘Natal para Todos’, arrecadando mantimentos para famílias carentes do bairro e de outras regiões. Luiz diz que a Associação aguarda a inauguração do telecentro no primeiro trimestre deste ano e está se movimentando para trazer de volta o bloco Baballo.

Juntos Vamos Mudar o Mundo é uma associação, que existe desde 2015, realiza campanhas que acolhem dependentes químicos, moradores de rua, e necessitados de remédios, cuidados médicos, roupas, orações e alimentos. As ações acontecem durante todo o ano e segundo Carlos Ramos Jota o sucesso em ajudar os necessitados só acontece por dois motivos: “Primeiro, a ajuda através dos recursos financeiros, doações feitas pela empresa EMOBE e pela força de Deus que nos deu disposição para trabalhar e ajudar as pessoas”. Segundo ele, a maior conquista de 2019 foi a reforma do Centro Comunitário Carolina de Castro, no bairro Victor Gonçalves de Souza. Para conhecer o projeto visite o site: www.juntosvamosmudaromundo.org.

Centro da Juventude

O Centro da Juventude funciona desde 2018 e realiza várias atividades educativas, de lazer e cultura, todas destinadas para a juventude itaunense. Edênia Alcântara é a coordenadora e, aos 29 anos, afirma que educação é a pauta principal do CJ. “Realizamos o pré-Enem, em forma de cursinho grátis para os vestibulandos, inauguramos uma biblioteca e sala de informática pública e realizamos uma oficina cultural. Também fizemos eventos de conscientização com diversas rodas de conversa dos mais variados temas, como problemas sociais, literatura e cultura, exibições de documentários, além da semana de consciência negra”.

A coordenadora destaca que uma grande conquista foi a inauguração da Sala de Informática Padre Nilo. “Conseguimos o local através de parceria com a prefeitura e doações de empresas. Este ano queremos oferecer novamente o pré-Enem, fixar atividades como aulas de capoeira, Hip-Hop, informática, Yoga e danças urbanas, além de promover a primeira Semana da Juventude. Os eventos irão abordar temas como empregabilidade, educação, acessibilidade e problemas da cidade”, completou. Para saber mais visite @cjitauna no Instagram.

A Associação de Voluntários no Apoio ao Combate ao Câncer de Itaúna dispensa apresentação. A instituição que conta com 29 voluntários, existe desde 2000 e sempre manteve apoio ao tratamento dos pacientes assistidos, além de serviços gratuitos de fisioterapia. A entidade realizou em 2019 o “Dia da Beleza”, que ofereceu um ‘spa’ completo para as pacientes, além do tradicional almoço de fim de ano. Segundo o diretor, Antônio Carlos, com muita luta, a Avacci participou da construção do Centro Oncológico, além de comprar os equipamentos para que os pacientes com câncer possam ser tratados em Itaúna.

Quando o empresário Lázaro Silva não está ocupado com os negócios em seu atelier, o “Marise Noivas”, está no Albergue Fraterno Bezerra de Menezes, cozinhando e servindo almoço para quem está na cidade e não tem para onde ir. Ao lado de Miguel Santos, coordenador da Instituição, Lázaro contribui com o bem-estar dos albergados, oferecendo, além de uma deliciosa refeição, o carinho necessário para que se refaçam e tenham nova oportunidade de inserção na sociedade.

NAC CURUMIM

A coordenadora do NAC Curumim, escola que acolhe cerca de 80 jovens de seis a 15 anos, Maria Luiza Vargas, é uma referência quando o assunto envolve proporcionar novas oportunidades de vida para crianças e jovens, através da educação. Ela está no NAC Curumim há 14 anos cumprindo a missão de acolher e oferecer oportunidades de aprendizado, formando profissionais e revelando talentos. Com muita disposição e ajuda dos funcionários da escola, os jovens evitam a vulnerabilidade social. Maria Luiza enumera os diversos projetos em desenvolvimento como desenho artístico, cerâmica, arte reciclagem, barbearia e percussão. “Temos também as aulas de educação física, acompanhamos nossos alunos com muito zelo, no dever de casa e no reforço escolar”, conta orgulhosa.

O desejo de Maria Luiza é que este ano seja repleto de conquistas como 2019 quando, graças a uma parceria com o SENAI e o SINDIMEI, os alunos do Curumim passaram a ter acesso a cursos profissionalizantes. “A Equipe NAC Curumim vê em cada jovem um diamante em seu estágio bruto, e com nossas atividades, oficinas e atendimento, estamos lapidando cada um, para que se tornem brilhantes e valiosos para nossa sociedade, como seres humanos e profissionais”, finaliza a educadora.

O projeto Desbravadores de Sorrisos existe há 4 anos, conta com 67 voluntários que têm uma única missão: “fazer o bem, sem olhar a quem”, diz a vice-presidente da organização, Juliana Rodrigues. As ações realizadas nos últimos domingos de cada mês, proporcionam sorrisos e alegria às casas terapêuticas, orfanatos, asilos, APAC, APAE e outros abrigos. Os voluntários levam, além da farta comida, carinho e animação através das bandas e da comédia. Segundo Juliana, o trabalho dos voluntários é marcado pela união: “Nossas ações são feitas sempre com a ajuda das doações, tanto dos membros quanto da população “, disse.

Este ano eles têm como meta alcançar doze instituições de Itaúna, pelo menos duas vezes ao ano: “Queremos levar carinho a todos os atendidos pelas instituições, e desbravar os sorrisos deles. Muitas vezes, a alegria está reprimida e nosso trabalho é liberar e mostrar para eles que a vida é uma alegria”, completa Juliana com um largo sorriso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui