Aécio propõe ao Congresso adiar eleições municipais para 2022

0
1317

O deputado federal Aécio Neves apresentará uma proposta de mudança constitucional que transfere as eleições municipais deste ano para 2022. A medida atende ao pedido feito pelo ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, durante reunião com prefeitos, quando ele defendeu a transferência das eleições marcadas para outubro em razão da pandemia mundial causada pelo novo coronavírus. O ministro declarou em videoconferência que as campanhas eleitorais de candidatos aos cargos de prefeito e vereador poderão aumentar os casos da doença.

” A PEC de autoria do deputado propõe a prorrogação dos mandatos atuais até 31 de dezembro de 2022, excepcionalmente. Os mandatos de prefeitos e vereadores a serem eleitos permanecerão com quatro anos de duração. A medida de suspensão das eleições de outubro ganhou apoio, nesta segunda-feira (23), do presidente da Confederação Nacional dos Municípios. “Suspender as eleições é inevitável. Quanto custa uma eleição para o país? Esse dinheiro deveria ser usado para combate ao coranavírus”, afirmou o presidente da entidade, Glademir Aroldi.

Eleições gerais a partir de 2022

Aécio propõe também a unificação das eleições no país a partir de 2022. Hoje, elas são realizadas de dois em dois anos, representando altos gastos públicos. De acordo com o texto da PEC, eleições gerais serão realizadas de quatro em quatro anos nas esferas municipal, estadual e federal, definindo os cargos de presidente e vice-presidente da República, governador e vice-governador, prefeito e vice-prefeito, senador, deputados federal e estadual e vereador. A proposta não altera a duração dos mandatos de senador, de oito anos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui