Recomendação de promotor força redução dos combustíveis em Itaúna

0
910

Há muito tempo a população itaunense, vem sofrendo com os aumentos desregrados dos postos de combustíveis da cidade. Esta terça-feira, 31, foi a gota d’agua para um consumidor, que ficou revoltado ao notar que a gasolina baixou para R$ 3,998 e o etanol para R$ 2,798 em Pará de Minas, e em Itaúna se manteve o mesmo preço. Após os vários compartilhamentos nas redes sociais, o Procon Itaúna abriu uma investigação que apontou “eventuais abusividades praticadas por postos revendedores de combustíveis em Itaúna e Itatiaiuçu”. O órgão notificou os estabelecimentos e protocolou um processo junto ao Ministério Público.

Já na quinta-feira, 01, o Procon notou uma significativa redução de valores, chegando a encontrar o etanol a R$ 2,94 e a gasolina a R$ 4,25, sendo que o preço aplicando anteriormente era de R$ 3,39 e R$ 4,60, respectivamente. Ao avaliar a crítica situação na cidade, o Ministério Público instaurou procedimento investigatório e realizou uma recomendação de redução nos preços dos combustíveis em Itaúna e Itatiaiuçu, que deverá acompanhar a queda acumulada de 43,5% nas refinarias nos três primeiros meses de 2020.

A recomendação foi do promotor de Justiça Weber Rabelo Vasconcelos, que orientou os as empresas a adotarem “valores condizentes com as reduções obtidas na aquisição dos combustíveis”, e caso tenham reduzido os preços, “não aumentem a margem de lucro sem fundamento no custo de aquisição, sob pena de aplicação das sanções legais”. A assessoria de comunicação do Ministério Público, informou ao S`PASSO que não foi protocolada nenhuma representação sobre formação de cartel entre os postos de Itaúna.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui