Jovens itaunenses se unem e doam 90 cestas e 450 litros de leite para famílias carentes

0
893

Nas últimas edições do Jornal S’PASSO os leitores têm acompanhado as várias ações solidárias que estão acontecendo na cidade diante da crise ocasionada pela pandemia do coronavírus. A distribuição de marmitex para pessoas em situação de rua, as campanhas de doação para o Hospital Manoel Gonçalves, além da distribuição de máscaras para idosos e profissionais da saúde. Nesta edição, você vai conhecer o trabalho de um grupo de amigos que distribui cestas básicas, leite e produtos de higiene pessoal para famílias que estão em situação de vulnerabilidade social e econômica.

A pandemia do coronavírus já alterou a vida de milhões de pessoas que, além de estarem preocupadas com a própria saúde, não dormem pensando como vão sobreviver durante o período de crise. Segundo dados oficiais, sete em cada dez famílias já viram a renda familiar diminuir nas últimas semanas por causa da interrupção da atividade econômica causada pelo novo vírus.

Foi pensando nestas pessoas que, desde o dia 21 de março um grupo de apoio coordenados pelo professor Thiago Joel, pela líder comunitária, Edênia Alcântara, pela psicóloga, Deborah Moreira e pela presidente da Associação de Defesa do Direito da Família e da Mulher, Adriana Guimarães, conseguiu arrecadar e distribuir mais de 90 cestas básicas e 450 litros de leite por toda a cidade. O projeto fez nascer uma rede solidária e parceria com outros grupos que reuniam cidadãos que já estavam realizando ações semelhantes de forma independente além da Secretaria de Desenvolvimento Social.

Aproveitando a suspensão das atividades da sala de aula, o professor Thiago Joel não teve folga no dia a dia, para movimentar dezenas de pessoas com o propósito de ajudar o próximo. Feliz com os resultados, ele comenta que o projeto está a todo vapor. “Na primeira mobilização, mais de 100 pessoas se sensibilizaram e doaram. Depois disso, muita gente abraçou o projeto, com doações de alimentos, divulgação da campanha, informações sobre famílias em situação de vulnerabilidade, mobilização para distribuição dos itens e até a elaboração de uma planilha das famílias atendidas”, destaca.

O professor conta que a ideia de ajudar as pessoas durante este período de crise que ganhou as ruas, ele observou que políticos da cidade estavam usando a situação de dificuldade das pessoas mais carentes para tirar proveito próprio. “Vi pretensos candidatos e políticos fazendo vídeos em suas redes sociais, aproveitando da pobreza das pessoas com fins eleitoreiros e fiquei indignado. Mas apenas a minha indignação não bastava e, por isso, resolvi agir para alcançar mais pessoas que querem realmente ajudar e não deixar que pessoas que têm apenas intenções eleitoreiras tirem proveito daqueles que estão passando necessidades”, desabafa.

Segundo Thiago Joel os voluntários já entregaram cestas em diversos bairros carentes e até na zona rural. “Fomos em algumas casas onde a situação era deplorável em decorrência do desemprego e a pobreza extrema”, afirma. O grupo está recebendo doações de empresários e produtores rurais. “Um deles, por exemplo, doou 50 litros de leite que ele mesmo ordenhou e colocou em saquinhos. Outro empresário doou 23 cestas básicas”, conta agradecido.

Locais atendidos

Até o momento, os bairros atendidos pelo projeto foram Piedade, Itaunense, Lourdes, Várzea da Olaria, Santa Edwiges 1 e 2, Vila Nazaré, Vale das Peixotas, Padre Eustáquio, Cidade Nova, Nogueirinha, Jadir Marinho, Comunidade Rural de Pedras, Novo Horizonte, Morada Nova, Irmãos Auler, Três Marias, Parque Jardim, Murilo Gonçalves e Garcias. Quem quiser contribuir pode entrar em contato pelos telefones: 99968-9872 (Edênia), 99804-8822 (Deborah), 99984-5094 (Adriana) ou 99995-2193 (Thiago) que os voluntários buscam as doações, que também podem ser deixadas no ponto de arrecadação, localizado na rua Alfredo Alves de Souza, 53, Bairro Vila Nazaré.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui