Problemas técnicos foram a causa da falta de água em Itaúna na semana passada

0
306

Diretor do SAAE diz que desabastecimento provocou notícias mentirosas e politiqueiras acerca da autarquia

Grande parte dos Itaunenses viveu na semana passada o problema da falta de água em sua casa. Em alguns casos, foram mais de 72 horas de desabastecimento, que gerou revolta, críticas e inúmeras reclamações ao SAAE – Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Itaúna. O diretor geral da autarquia, Arley Cristiano Silva, contou ao Jornal S’Passo que inicialmente foi identificada uma falha no sistema de armazenamento do reservatório geral, localizado na sede do SAAE, que provocou o desabastecimento da região central e parte da região leste da cidade. Também houve um rompimento na rede de adução do sistema Novo Veredas, localizada ao lado do antigo reservatório do Veredas, causando um novo desequilíbrio no sistema de abastecimento.

Na sexta-feira (21) foi reiniciado o abastecimento, entretanto o SAAE recebeu algumas ligações informando que alguns locais da região central permaneciam sem abastecimento.

Arley salienta que nestes casos a população precisa entrar mesmo em contato com o órgão para verificação do fato, “pois alguns locais demandam maior pressurização de água para o abastecimento”. Em vídeo divulgado nas redes sociais, o diretor afirmou que todos os problemas que causaram a falta d’água foram solucionados. “Neste momento todo nosso sistema de distribuição de água encontra-se em perfeito equilíbrio, com todas as regiões da cidade recebendo água”, pontuou. Ressaltou o dirigente que o desabastecimento teve como causa principal a falta de investimento nas áreas técnica e operacional da autarquia ao longo dos últimos anos. E, por má fé ou por desconhecerem essa realidade, muitos usaram essa crise para, de forma “politiqueira e oportunista”, disseminar inverdades. Essas falsas mensagens, esclareceu, referem-se especialmente às condições de operacionalização e econômica do SAAE, que são claramente mais favoráveis do que as de administrações anteriores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui