Secretário esclarece que R$ 1,1 milhão atenderá a diversas demandas relacionadas à Covid-19

0
178

Em nota divulgada nas redes sociais e em áudio transmitido ao Jornal S’Passo, o secretário de Desenvolvimento Social, Élvio Marques da Silva, explicou que o projeto de lei foi encaminhado à Câmara com dados incompletos, o que motivou as críticas da oposição. O recurso de R$ 1,1 milhão, proveniente do Ministério da Cidadania, se destina exclusivamente para ações da pandemia da Covid-19. E, segundo suas informações, a proposição foi mal interpretada no legislativo porque, da forma como foi encaminhada, parece que é somente para alojamento de pessoas em situação de rua. Para essa ação, estão previstos apenas R$ 96 mil, para um número de 50 a 70 pessoas em situação de rua, em três meses, tempo previsto para o isolamento. “Na verdade, esse projeto contempla mais de doze ações, como pagamento de serviços, alugueis e salários dos centros de referência (CRAS e CREAS), compra de alimentos para a Fundação Frederico Ozanan, para Apae, para a casa de apoio aos irmãos de rua, para os quatro refeitórios da Sociedade São Vicente de Paulo, equipamento de proteção individual (máscaras, álcool em gel etc.)”, esclareceu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui