PSOL quer implantar o “mandato coletivo” na Câmara

0
234

O que é um “mandato coletivo”, anunciado pelo PSOL/PT nas eleições desse ano? A professora Mônica Regina dos Santos, militante do partido, contou ao Jornal S’Passo que é uma proposta nova na cidade, mas que já foi experimentada em outros municípios, como em Pernambuco e Belo Horizonte. Na campanha atual, o PSOL de Itaúna apresenta duas propostas de mandato coletivo, com três vereadores em cada, embora não esteja previsto na Justiça Eleitoral e tampouco no Regimento Interno da Câmara.

A professora esclarece que ainda não sabe como a proposta será implementada em Itaúna, mas que os candidatos são apresentados em conjunto, e apenas um deles é o candidato oficial, registrado na Justiça eleitoral. “Se eleitos, os três irão tomar posse e teremos cadeiras no legislativo para os três representantes. São candidaturas coletivas de um mandato que será exercido coletivamente. Pode ser simultaneamente ou em revezamento. Mas, tudo isso tem que ser negociado e a proposta precisa também ser aceita no legislativo itaunense”, explica.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui