Serviço de Atenção Especializada faz mais de 1800 atendimentos a pacientes com HIV e hepatite

0
246

O Serviço de Atenção Especializada de Itaúna que assiste portadores de HIV, AIDS e hepatites virais e funciona no Centro de Especialidades Médicas e Odontológicas Dr. Ovídio Nogueira Machado, está completando um ano de atividades, num total de 1.880 atendimentos.

Antes da instalação do serviço, pacientes com HIV, Hepatite B ou C tinham que se deslocar até Divinópolis para ter acesso a testes, consultas ou mesmo à distribuição de medicamentos.

A facilidade de acesso e redução do deslocamento dos pacientes deu resultados: entre os portadores de HIV foram realizadas 247 consultas médicas e 159 exames de carga viral. Já os atendimentos de pessoas que vivem com Hepatite B ou C, somaram 116 consultas e 87 exames.

A instalação SAE também deu condições para que os pacientes tivessem acesso aos remédios de profilaxia e de controle das doenças. Ao todo, 1.275 consultas farmacêuticas e distribuição de antirretrovirais foram contabilizadas de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde.

A unidade oferece dez procedimentos, que vão desde consultas com médico especializado, visita domiciliar, atendimento de enfermeiros e psicológicos, até coleta de exames e realização de testes rápidos de HIV, Sífilis e Hepatites. O serviço conta com um médico infectologista, uma enfermeira, um psicólogo, um farmacêutico e dois assistentes sociais.

Segundo o secretário de Saúde, Fernando Meira, os benefícios foram muitos e, um dos mais importantes é a redução do tempo de espera para a primeira consulta do paciente. “O SAE também facilitou o acesso à medicação antirretroviral e diminuiu os gastos com tratamento fora de domicílio. O cenário, agora, é de uma assistência mais efetiva à população “, destacou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui