Efeito Covid: sem festas na virada do ano nos clubes, réveillon promete ser mais intimista

0
335

A pandemia da Covid-19 trouxe problemas e uma nova agenda para o país e o mundo: o calendário de eventos de todo o planeta mudou e, acontecimentos que não foram cancelados, passaram a ser on-line. Festas tradicionais de Itaúna como a de Nossa Senhora do Rosário, que mobiliza centenas de pessoas há várias décadas, não ocorreram em 2020, assim como as festividades em honra da padroeira do município, Nossa Senhora de Sant’Ana. E não foram só as festas religiosas que deixaram de acontecer: o Funeral da Porca, que em 2019 já era o segundo evento que mais atraia turistas para Itaúna, depois do carnaval, também foi cancelado. Na mesma sintonia, grandes shows marcados, como o da banda de rock Skank, que aconteceria no Espaço Dona Regina, também tiveram que ser adiados e, com as escolas fechadas, houve cancelamento das festas juninas e das tradicionais barraquinhas.

No réveillon, ao que tudo indica, não vai ser diferente e a maioria dos clubes já anunciou o cancelamento da festa da virada, por causa da pandemia do Covid-19. O Tropical Tênis Clube, que tradicionalmente realiza festividades de ano novo, comunicou aos associados que não terá programação para o réveillon deste ano e a Associação Atlética do Banco do Brasil (AABB) de Itaúna, também descartou qualquer comemoração. O Iate, outro clube que normalmente celebra a entrada do ano novo, informou que ainda não houve decisão oficial acerca da realização ou não do evento, mas que nas próximas semanas haverá um posicionamento definitivo neste sentido. No Condomínio Lago do Sol, a possibilidade de acontecer uma festa de réveillon também foi descartada. O clima de incerteza também permeia os bares e restaurantes. Alguns estabelecimentos ainda não resolveram se haverá celebração, mas grande parte já afastou a possibilidade. O Pesque e Solte do Thomas, por exemplo, que estava realizando a festa de réveillon nos últimos anos, informou que não terá programação na noite do dia 31 de dezembro.

Região

Em Divinópolis, os tradicionais Divinópolis Clube e Estrela do Oeste anunciaram o cancelamento dos eventos e, em Pará de Minas, ainda não houve qualquer anúncio de eventos para o último dia do ano. As tradicionais festas da região de Furnas também estão mais tímidas: em Capitólio, ainda estão mantidos alguns eventos de ano novo com a venda de ingressos na internet. O Clube Campestre Escarpas do Lago anunciou um show de Pedro Sampaio na virada, mas comunicou também que, caso aconteça alguma alteração no cenário da pandemia que impossibilite a realização, irá ressarcir quem comprou ingresso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui